Institucional

Quem Somos

Uma empresa do Grupo Aço Cearense

With 40 years of experience in the steel market, Grupo Aço Cearense has always been concerned with a correct and responsible socio-environmental performance. Through the alignment of its business to socially engaged management, it strengthens and expands actions to combat poverty and marginalization, contributing to the development of Ceará, the Group's headquarters state, and also of Pará, where Siderúrgica Norte Brasil SA is located. - SINOBRAS, company of the Group. To support this work, in March 2010, the Group created the WMA Institute, currently the Instituto Aço Cearense, a non-profit institution, responsible for all its social, educational, sports and environmental actions. Since then, with more than R $ 8.5 million invested, 125 institutions were served, totaling more than 64 thousand people benefited by the Institute, in the last 7 years.

 

Instituto Aço Cearense's main objective is to support initiatives of social institutions working in the Third Sector. In order to receive support, these entities need to demonstrate the physical, technical and institutional capacity to carry out the proposed activities.

 

The Institute's actions are linked to educational, cultural, sports and environmental promotion. Among its lines of action, we highlight the service to needy people at risk; guaranteeing and defending the rights of children and adolescents; vocational training and entry into the labor market; guaranteeing and defending the rights of the elderly; income generation and job opportunity; social recovery and the promotion of the integral health of the human being.

 

The managers of the Institute believe in the initiative of the Group as a response to society in general. Proof of this is the commitment of the Aço Cearense Institute to the social issues of the Municipality and the State, since the creation of the institution was a way to broaden and professionalize the social work of the Group, which today supports several initiatives to promote citizenship, rehabilitation and of integration into society.

A criação do Instituto

Para dar suporte a esse trabalho, o Grupo criou, em março de 2010, o Instituto WMA, atual Instituto Aço Cearense, instituição sem fins lucrativos, responsável por todas as suas ações de cunho social, educacional, esportivo e ambiental. Desde então, com mais de R$ 11 milhões de reais investidos, 143 instituições foram atendidas, totalizando mais de 80 mil pessoas beneficiadas pelo Instituto, nos últimos 9 anos.

 

Objetivos do Instituto

O Instituto Aço Cearense tem como objetivo principal apoiar iniciativas de instituições sociais com atuação no Terceiro Setor. Para receberem o apoio, essas entidades precisam comprovar capacidade física, técnica e institucional para desenvolver as atividades propostas.

Missão

Promover ações que garantam a execução e multiplicação de iniciativas sociais para a transformação de vidas.

Visão

Ser referência no investimento social privado sensibilizando a classe empresarial e colaboradores de modo sustentável, por meio do voluntariado, do trabalho em rede e da formação de parcerias.

Valores

Credibilidade, respeito, transparência, comprometimento, solidariedade, ética e fé em Deus.

 

Áreas de atuação

As ações do Instituto estão ligadas à promoção educacional, cultural, esportiva e ambiental. Entre as suas linhas de atuação, destacam-se o atendimento a pessoas carentes em situação de risco; a garantia e a defesa dos direitos da criança e do adolescente; a formação profissional e a inserção no mercado de trabalho; a garantia e defesa dos direitos de idosos; a geração de renda e oportunidade de trabalho; a recuperação social e a promoção da saúde integral do ser humano.

Os gestores do Instituto acreditam na iniciativa do Grupo como uma resposta para a sociedade em geral. Prova disso é o comprometimento do Instituto Aço Cearense com as questões sociais dos municípios e estados onde o Grupo Aço Cearense tem atuação por meio de suas empresas, já que a criação da instituição foi uma forma de ampliar e profissionalizar o trabalho social do Grupo, que hoje apoia diversas iniciativas de promoção da cidadania, reabilitação e de integração à sociedade.

Como ajudamos

O Instituto Aço Cearense apoia as instituições mensalmente por um período de um ano, podendo o contrato ser renovado. As instituições solicitam as doações por meio de ofícios e projetos que são avaliados. Caso a solicitação seja aprovada é realizada uma visita técnica à entidade para, a partir de então, serem iniciados os trabalhos de acompanhamento periódico. 

Instituições beneficiadas

Atualmente, o Instituto Aço Cearense apoia 09 instituições no Ceará, beneficiando 4.747 pessoas, direta e indiretamente, direcionando aproximadamente R$ 43 mil mensais para esse trabalho e de R$ 521 mil anuais.

As instituições que recebem o auxílio mensal são:

  • Associação das Voluntárias de Caridade de São Vicente de Paulo, que promove a evangelização e realiza o desenvolvimento de ações voltadas ao bem estar social, valorização humana e convivência saudável junto a idosos;

  • Associação Escola de Campeões, que atua no desenvolvimento de talentos de adolescentes e jovens, de forma a educá-los para serem campeões na vida, por meio da realização de atividades culturais, esportivas, musicais e de formação profissional, estimulando a disciplina, superação, resgate da autoestima, integração familiar e cidadania;

  • Creche Amadeu Barros Leal, que promove a educação e oferece alimentação em tempo integral a crianças de 6 meses a 1 ano de idade, oriundas de famílias em situação de vulnerabilidade social e carência econômica;

  • Lar Beneficente Clara de Assis, que oferece serviços de educação, esporte e cultura a crianças, adolescentes, jovens e famílias na região da Praia de Iparana, na cidade de Caucaia;

  • Associação Beneficente Amigos pela Vida, que atua na defesa de direitos sociais a idosos, na cidade de Marco;

  • Associação Pequeno Cotolengo Dom Orione, que acolhe pessoas com deficiência para a reabilitação e a integração à sociedade, proporcionando melhoria na qualidade de vida dessas, por meio de métodos como a ecoterapia;

  • Junior Achievement – JA Ceará – que prepara jovens de escolas públicas para o empreendedorismo, transformando-os em cidadãos realizados e qualificados com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento sustentável do Brasil;

  • Associação Beneficente e Educacional Nova Jerusalém – ABENJ, que atende crianças e adolescentes, oferecendo serviços de educação, esporte, saúde e lazer, com o objetivo de resgatar vidas da miséria, ajudando-as a terem um futuro mais digno.


Já no Pará, o Instituto Aço Cearense apoia as seguintes instituições da cidade de Marabá:

  • Associação dos Artistas Visuais do Sul e Sudeste do Pará;

  • Lar São Vicente;

  • Biblioteca Viva da Liberdade;


    Com investimento anual de R$ 65.000.

      

Por fim, o Instituto também atua patrocinando diretamente o esporte. É o caso do ciclista Gilberto Silva e o karateca Jonathan Benvindo, no Ceará.

 

Sobre o Grupo Aço Cearense

Com 40 anos de experiência no mercado siderúrgico brasileiro e uma média de 16 mil clientes em todo o país, o Grupo Aço Cearense se destaca pela ampliação dos negócios e representatividade alcançada no mercado do aço. É líder do setor na região Nordeste com um faturamento de R$ 2,7 bilhões em 2018.

Ao longo de tantos anos de atuação, o Grupo Aço Cearense expandiu e diversificou suas operações. Atualmente, gera quase quatro mil empregos diretos e 45 mil indiretos, distribuídos em cinco empresas, localizadas nas regiões Norte e Nordeste do país. Em Marabá (PA), opera a Siderúrgica Norte Brasil S.A. (SINOBRAS), com capacidade instalada de 380 mil toneladas por ano. Seu mix de produtos inclui vergalhões, fio-máquina e trefilados. Nos municípios de Araguatins e São Bento do Tocantins (TO) está localizada a SINOBRAS Florestal, que conta com 13 fazendas próprias de reflorestamento de eucalipto e fornece redutor bioenergético para a SINOBRAS.


Em Caucaia (CE) está a Aço Cearense Industrial, voltada para o segmento de aços planos, que tem duas indústrias com capacidade de produção de 620 mil toneladas por ano. A indústria se destaca no mercado do aço por meio da produção de tubos com costura para diversos segmentos, e ainda de perfis, chapas articuladas, bobininhas, slitter para indústria e chapas de aço carbono, em diversas espessuras. A produção se estende para lambris e uma gama de produtos para a construção civil, como treliças, telas e trefilados de SI 60. 


Em Fortaleza (CE) fica a Aço Cearense Comercial, que comercializa, entre outros, os produtos da SINOBRAS e da Aço Cearense Industrial. Sua estrutura e força de vendas posicionam o Grupo como o maior distribuidor independente de aço e seus derivados no Brasil. Fica também localizado em Fortaleza, o Instituto Aço Cearense, responsável por todas as ações de cunho social, educacional e esportivo do Grupo. 

 

Mais informações: www.grupoacocearense.com.br